Home
Cidade do Cabo
Safaris
Hotéis
Dicas
Províncias
Visto e vacinas
História
Clima
Mapas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Visitantes

 

     Dicas na África do Sul    

 

Pesquise aqui as melhores ofertas de hotéis na África do Sul

Agende com antecedências seus passeios na África do Sul

         F u s o - h o r á r i o      

 

A África do Sul tem uma diferença de cinco horas em relação ao Brasil. Está cinco horas à frente do Brasil.
Quando é meio dia no Brasil, são 5 horas da tarde na África do Sul. Para as cidades que estiverem no horário de verão brasileiro a diferença é de 4 horas.

Clique aqui e veja o Horário da África do Sul

          C o m o    c h e g a r        


    A South African Airways tem vôos direto de São Paulo para Johanesburgo. São em tordo de oito horas de vôo para a África do Sul. Os vôos saem às 17h30 e chegam em Johanesburgo por volta das 6h30 da manhã. Na volta, os vôos da South African Airways saem de Johanesburgo às 10h20 da manhã e chegam no Brasil por volta das 15h30.
O Aeroporto Internacional de Johanesburgo é o maior da África do Sul e recebe 45 linhas aéreas dos 5 continentes.

Agende com antecedências seus passeios na África do Sul

          P a s s a p o r t e s     e    V i s t o s       

  Os brasileiros não precisam de visto para entrar na África do Sul. É apenas necessário o certificado Internacional de Vacinação contra a febre amarela. É solicitado também uma página inteira em branco no passaporte, já que o selo de entrada no país ocupa uma página inteira. E, claro, seu passaporte tem que estar válido e em dia.

Aprenda expressões em afrikaans e zulu

          S e g u r o    d e    V i a g e m      

Fazer um bom seguro de viagem é a melhor forma de viajar tranquilo.

 Faça aqui seu seguro de viagem com a qualidade Omint

          B a n c o s     e    m o e d a        


  A unidade monetária é o Rand, cujo símbolo é um "R". Está disponível em 5 notas, (R10, R20, R50, R100 e R200) e sete moedas (5c, 10c, 20c, 50c, R1, R2 e R5).  As moedas estrangeiras podem ser trocadas nos bancos locais ou nas casas de câmbio. A maioria dos cartões de créditos, como American Express, Diners Club, Master Card, Visa e afiliados, é aceita.

Conversor de moeda: Rand > Real

Conversor de moeda: Rand > Dólar

Conversor de moeda: Real > Rand

Conversor de moeda: Dólar > Rand

          G o r g e t a        


  A maioria dos restaurantes não cobra serviços, mas é costume deixar uma gorjeta de 10% a 15% do valor pago. Os funcionários de estacionamentos e de postos de gasolina podem aceitam como gorjeta algumas moedas. Isso é sempre apreciado, mesmo que não seja muito.

           T a x a s         


  O VAT, ou imposto de valor agregado, é cobrado na maioria das compras. Turistas estrangeiros podem requerer o reembolso desse imposto quando o valor dos itens comprados excedam o valor de R250,00. A taxa é reembolsada, desde que os recibos da compra e a mercadoria sejam apresentados no aeroporto, no dia de volta para o Brasil.

          V i a j a n t e s      D e f i c i e n t e s       


   Um grande número de acomodações e estabelecimentos tem rampas para cadeiras de rodas e facilidades como banheiros para deficientes. Quase todos os parques nacionais têm pelo menos um chalé acessível, e muitos estabelecimentos têm acomodações ou quartos apropriados para cadeirantes. A maioria dos estádios esportivos possui espaços para cadeiras de rodas próximos a estacionamentos, além de banheiros para deficientes. Há também muitos locais de férias que têm trilhas destinadas a viajantes cegos.

         Q u e     r o u p a    l e v a r ?        


  As estações na África do Sul são as mesmas do sul do Brasil. (Pense no mapa) Costuma esfriar mais de manhã e à noite, já que a amplitude térmica na África do Sul é maior que no Brasil. Portanto, leve roupa para verão e para inverno, já que de dia pode fazer muito calor, sendo necessário boné e protetor solar e à noite pode fazer frio. É bom levar uma jaqueta bem quente e até gorro e luvas se você for fazer safári, já que as saídas são de madrugada e com o vento que bate quando o jeep está em movimento o frio pode ser grande.

          Q u a n t o     c u s t a ?       

  O custo de vida da África do Sul é parecido com o do Brasil, então por ex. um show de jazz com cerveja importada, petiscos saem por volta de R 90 ( R$ 30), um jantar com garrafa de vinho sai por volta de R 140 (R$ 50). Um colar de miçamgas nas feiras sai por volta de R 50 ( R$ 17), aproveite os vinhos sul africanos a partir de R 30 (R$ 10)

         E l e t r i c i d a d e       


  A voltagem na África do Sul varia de 220 a 230 V, com corrente alternativa de 50hz. As exceções são: Pretória (230 V) e Port Elizabeth (220/250 V).
A maioria das caixas de tomadas tem três pinos, mas as tomadas menores com dois pinos também são usadas. Adaptadores podem ser comprados, mas são difíceis de serem encontrados. Os hotéis geralmente têm adaptadores para os hóspedes. Mas se você puder levar um adaptador, melhor.

         S a ú d e      e      S e g u r a n ç a        


  Muitos estrangeiros não sabem que a África do Sul tem uma infra-estrutura bem desenvolvida, um alto padrão de tratamento de água e facilidades médicas iguais às melhores do mundo. Qualquer problema de saúde ou de segurança é resolvido com tranqüilidade.

     C u i d a d o s     M é d i c o s    e     H o s p i t a l a r e s    


  A África do Sul é líder mundial em muitas especialidades médicas. De fato, médicos treinados no país são requisitados em todo o mundo. Isso mostra o padrão de cuidados médicos disponíveis. A grande rede de hospitais públicos e privados, presente em todas as regiões, oferece um serviço excelente. Não esqueça que é necessário ter um seguro médico adequado que cubra as despesas dos hospitais privados.

         V a c i n a s      

Importante: o Governo da África do Sul exige vacina contra a febre amarela para passageiros que viajam para este destino. Faz-se necessário tomar esta vacina "10"dias antes do início da viagem. Somente serão aceitos os certificados internacionais de vacinação. Para os passageiros que tenham tomado vacina em postos de saúde de suas cidades, esta informação deverá ser transcrita para o certificado internacional com data da vacinação e número do lote da vacina. Este processo somente é feito nos aeroportos, portos e fronteiras da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Para outras dúvidas, consulte o site da Anvisa: www.anvisa.gov.br

          M a l á r i a        


  O mosquito transmissor da malária pode ser encontrado na planície de Mpumalanga e Limpopo e na costa de Maputalândia, em KwaZulu-Natal. A doença é transmitida somente pela picada de um mosquito infectado. O uso de repelentes e de mosquiteiros pode reduzir a chance de ser picado.
O risco de contrair a doença diminui nos meses de inverno, mas o melhor é se precaver ao visitar certas áreas. O programa extensivo de prevenção da malária desenvolvido pelo governo em cooperação com Suazilândia e Moçambique tem ajudado na diminuição expressiva da incidência de malária. O mosquito de malária pica apenas do anoitecer ao amanhecer, período em que é importante a utilização de repelente. Vale reforçar que a incidência é muito pequena, mas é sempre bom tomar os cuidados necessários, usando repelente e dormindo debaixo de mosquiteiros.

Mapa de Risco de Malária na Região do Kruger Park

         S e g u r a n ç a       P e s s o a l        


  A África do Sul se orgulha de ter uma grande variedade de culturas, comunidades, áreas e atrações. A maior parte do país pode ser visitada com segurança por todo turista, mas é preciso ter bom senso e tomar precauções, como não andar sozinho em áreas desertas à noite e ser prudente ao usar equipamento fotográfico e jóias.
A maioria dos crimes acontece entre pessoas que se conhecem, e atos aleatórios de violência são raros. As grandes cidades têm programas de Instruções em Segurança Básica à disposição em hotéis e escritórios de informações turísticas.
Em caso de dúvida sobre a segurança de determinada área ou de alguma atração, contate a Informação Nacional de Turismo, na linha 083 123 2345. Esse número também pode ser usado para assistência prática na substituição de documentos perdidos ou relato de acidentes.

        Á g u a       e      A l i m e n t a ç ã o        


  A água de torneira na África do Sul está entre as melhores do mundo. Ela pode ser bebida tranqüilamente, pois é tratada e está livre de microorganismos prejudiciais. Em hotéis, restaurantes e clubes noturnos o nível de higiene e preparação de alimentos é de alta qualidade. Não há riscos em comer frutas frescas e saladas ou colocar gelo na bebida - muito aconselhável depois de um dia na praia ou no mato.

         S e g u r a n ç a     n a s    e s t r a d a s        


  A infra-estrutura de transportes é excelente, com estradas em boas condições. A única questão para os brasileiros é que na África do Sul dirigi-se na mão inglesa. Portanto, apenas quem tem facilidade de dirigir na mão inglesa deve se aventurar pelas estradas do país.

É importante também, antes de sair de carro pelas estradas, planejar o itinerário, pois a distância entre as cidades é significativa. Evite fazer longas viagens de carro para não se cansar, evitando acidentes; e não viaje à noite. Nas áreas rurais mais remotas, não existem cercas para impedir que animais invadam a pista, e à noite aumenta-se o risco de isso acontecer. E como vacas não têm iluminação...
As leis sul africanas são severas em relação a beber e dirigir. O conteúdo máximo de álcool que se pode beber antes de dirigir é 0.05%, ou seja, cerca de um copo de vinho para uma mulher mediana e talvez um copo e meio ou dois para um homem grande.
O limite de velocidade é de 120 km/h na auto-estrada, 100 km/h nas estradas menores, e entre 60 e 80 km/h nas cidades. Fique atento, pois mesmo grandes estradas passam por áreas residenciais onde o limite de velocidade é de 80 ou 60 km/h. Procura-se com isso proteger os pedestres, especialmente as crianças. Não deixe de cumprir essa lei.

          D i r i g i r        

 


  A mão é inglesa, ou seja ao contrário do Brasil, como na Inglaterra.  Cuidado ao dirigir, é preciso o dobro de atenção! Todos os visitantes que pretendem dirigir precisam ter uma carteira internacional de habilitação. Visitantes encontrados dirigindo sem essa permissão são multados e não podem continuar a viagem. O uso do cinto de segurança é obrigatório.

          R e s t a u r a n t e s        

Bukhara - É um dos melhores restaurantes de comida indiana do mundo. Lindo, muito bom e barato. Tome cuidado com o excesso de pimenta, é melhor conversar com o garçom antes

      S k y d i v e     


 Para os mais aventureiros. Se você encara um pulo de para quedas,  prepare-se para  altas emoções... O visual é maravilhoso; The Table Mountain, o oceano.... Sai por cerca de 2.000 rands.

          C o m p r a s         


  Muitos shoppings e centros de lazer ficam abertos todos os dias, incluindo sábado e domingo, normalmente das nove da manhã até as cinco da tarde entre segunda e sábado e das nove da manhã às duas da tarde nos domingos. Em algumas cidades pequenas, o comércio não abre aos domingos.

Fonte: http://www.southafrica.net/index.cfm?SitePageID=14308

Pesquise aqui as melhores ofertas de hotéis na África do Sul

Agende com antecedências seus passeios na África do Sul